Na Opas, Jarbas Barbosa alerta para melhor preparo contra pandemias | Portal Bahia Notícias

LIFESTYLE$type=grid$count=3$show=home

As Últimas Notícias do Brasil e do Mundo$type=three$count=3$show=home

ECONOMIA$type=three$count=3$show=home

CULTURA-LAZER$type=three$count=3$show=home

$type=three$count=3$show=home

ESPORTES$type=three$count=3$show=home

Na Opas, Jarbas Barbosa alerta para melhor preparo contra pandemias

O sanitarista pernambucano Jarbas Barbosa assumiu, em janeiro, o cargo de diretor da Organização Panamericana de Saúde (Opas), braço da Organização Mundial da Saúde (OMS) nas Américas. Entusiasta da saúde pública, ele sucede a médica Carissa Etienne, da Dominica, que liderava a organização desde 2012.

Eleito pelos Estados-membros da organização, em setembro do ano passado, Barbosa reforçou, em seu discurso de posse, o compromisso com a saúde pública para a construção de um mundo mais equitativo e com saúde universal para todos.

Durante os primeiros anos da pandemia de covid-19, quando era diretor assistente da organização, o brasileiro liderou os esforços da Opas para apoiar países das Américas na redução do impacto da emergência sanitária em programas prioritários de saúde pública.

O médico também encabeçou uma força-tarefa para a vacinação contra o vírus na região e lançou uma plataforma para expandir a produção de vacinas na América Latina e no Caribe, a fim de reduzir a dependência de importações em futuras emergências de saúde.

Jarbas Barbosa assumiu em janeiro o cargo de diretor da OPAS. O mandato é de cinco anos - OPAS-OMS/divulgação

Da sede da Opas, em Washington, nos Estados Unidos, Barbosa conversou com a Agência Brasil, por ocasião dos três anos da pandemia de covid-19, declarada emergência em saúde pública mundial pela OMS no dia 11 de março de 2020, há exatos três anos.

Na entrevista, o sanitarista falou sobre ferramentas de combate à pandemia; desigualdades históricas entre países das Américas; fortalecimento da atenção primária como estratégia de saúde pública; lições aprendidas com a covid-19; e um futuro desafiador para a região, já que a próxima emergência sanitária pode estar à espreita.

Ele também tratou de temas como prioridades da organização, perspectivas e desafios de seu mandato, que vai até 2028.

Confira os principais trechos da entrevista:

Agência Brasil: A prioridade, neste primeiro momento à frente da Opas, é o combate à pandemia de covid-19?

Jarbas Barbosa: É uma das prioridades. Temos que trabalhar com os países da região para que terminemos a pandemia como emergência de saúde pública que causa tanto impacto. Estamos em um momento importante em que temos uma redução [de casos] em todos os países, de maneira geral. Temos um dos menores índices de transmissão desde o começo da pandemia.

Isso, no entanto, pode se alterar porque pode surgir uma nova variante. É preciso manter uma vigilância epidemiológica muito cuidadosa para identificar qualquer mudança no padrão, ou seja, se há um crescimento no número de casos, buscar identificar o que está ocorrendo, fortalecer a vigilância genômica para identificar uma nova variante e, principalmente, vacinar os que ainda não estão vacinados.

Campanhas de vacinação são fundamentais para reduzir casos graves de covid-19 - Marcelo Camargo/Agência Brasil

Agência Brasil: Quais as principais estratégias e ferramentas a serem utilizadas nas Américas para o fim da pandemia?

Jarbas Barbosa: A vacinação é fundamental. As vacinas disponíveis hoje não impedem a transmissão. É uma característica dessas vacinas atuais, o que faz com que elas não sejam capazes de eliminar completamente a transmissão da doença. Isso leva muito pessoas a ter essa falsa impressão de que as vacinas não funcionam. Dizem: “Eu tomei a vacina e, seis meses depois, tive covid.”

A vacina não impede a transmissão, isso é verdade. Mas todos os dados acumulados – e já são praticamente dois anos de análise – mostram que elas têm uma capacidade importante de reduzir casos graves e mortes, o que, efetivamente, é com o que a gente mais se preocupa. Quem tem covid vacinado, geralmente, apresenta uma forma leve, que não é muito diferente de uma infecção respiratória.

Agência Brasil: Como o senhor avalia o atual cenário de covid-19 no Brasil?

Jarbas Barbosa: O Brasil, como outros países da América do Sul, vem tendo um período de diminuição da transmissão, desde dezembro. A grande preocupação é esse monitoramento diário das tendências: o que está ocorrendo, os casos hospitalares, os leitos de UTI.

Se a gente consegue identificar uma nova variante no começo, as autoridades sanitárias podem tomar medidas imediatas para fazer com que o impacto seja reduzido. Estamos em um momento, eu diria, muito melhor do que já estivemos desde que começou a pandemia, mas a pandemia ainda não acabou.

É preciso muita responsabilidade de todos com a vacinação e das autoridades sanitárias em manter essa vigilância epidemiológica, trabalhando de maneira sensível, rapidamente identificando qualquer alteração no padrão.

Durante a pandemia de covid-19, a telemedicina se tornou uma opção segura de atendimento em todo o mundo - Marcello Casal Jr Agência Brasil

Agência Brasil: O sistema de saúde brasileiro dá sinais de que poderia sair da pandemia fortalecido?

Jarbas Barbosa: Acredito que sim. Durante a pandemia, em todos os países e também no Brasil, houve uma atenção muito grande para o setor da saúde. Nunca se falou tanto sobre saúde. O desafio agora é fazer com que essa maior atenção se traduza em um fortalecimento mais estrutural do sistema.

Temos uma janela de oportunidade em que nós precisamos responder a todas as fragilidades que a pandemia demonstrou que nossos sistemas de saúde têm. Seguramente, é o momento de rever e implantar estratégias que foram utilizadas durante a pandemia e que ajudaram a diminuir os impactos negativos, como um processo melhor de priorização e de agendamento, a utilização de teleconsultas e da telemedicina e, principalmente, o fortalecimento da atenção primária de saúde.

Agência Brasil: É possível aplicar as lições aprendidas com a pandemia para se preparar para futuras emergências sanitárias?

Jarbas Barbosa: É uma obrigação que nós temos. Não estávamos preparados adequadamente para uma pandemia como a de covid-19. Sempre pensávamos em cenários relacionados a pandemias de influenza, como o H1N1, que se espalha rapidamente, mas não produz tantos casos graves. Outros coronavírus, como SARS e MERS, produziram casos graves, mas não se espalharam com velocidade. A covid, infelizmente, reuniu essas duas características: o vírus se disseminava com uma velocidade tremenda e com uma capacidade de produzir casos graves que superava a infraestrutura [hospitalar] disponível.

Precisamos agora implementar as lições aprendidas. É importante que todos os países façam uma avaliação rigorosa do que funcionou bem durante a pandemia e do que não funcionou e precisa ser melhorado.

Agência Brasil: Há algum tipo de perspectiva de fim da pandemia ou vamos conviver com ela por mais tempo?

Jarbas Barbosa: São duas coisas diferentes: uma é pandemia, a outra é a emergência em saúde pública de importância internacional. Pandemia é quando temos uma epidemia que ocorre em muitas regiões do mundo ao mesmo tempo. Por exemplo, a epidemia de HIV está conosco desde os anos 80.

Outra coisa é ter uma pandemia que causa um impacto sanitário, social e econômico pesado, como causou e tem causado a covid. Apesar de estarmos em um momento de baixa transmissão, pode surgir uma nova variante amanhã. Enquanto tivermos nível de transmissão por um lado e cobertura vacinal incompleta por outro, acredito que a emergência deve ser mantida. Esperamos que essa tendência de redução continue, mas isso vai depender do esforço para conseguir vacinar, inclusive com o reforço, os não vacinados.

Manaus (AM) - Um trator é usado no Cemitério Tarumã na cidade de Manaus, para abrir covas coletivas para as vitimas do covid-19 . Foto:

Alex Pazuello/Semcom/Prefeitura de Manaus

Agência Brasil: Qual a importância da chamada saúde universal em meio a esse contexto de surtos, epidemias e pandemias?

Jarbas Barbosa: É fundamental. Vimos isso claramente durante a pandemia, na diferença de mortalidade, de gravidade. Em um país onde as pessoas têm que pagar, mesmo que parcialmente, para serem internadas, elas demoram mais para ir ao hospital. É o que explica, por exemplo, a mortalidade bem maior entre os mais pobres quando comparada à de pessoas de classe média e de melhor renda em países da Europa, da Ásia e nos Estados Unidos.

Mesmo os sistemas universais têm barreiras. Algumas populações mais vulneráveis têm dificuldade de procurar os sistemas de saúde porque não são acolhidas de maneira adequada – o serviço é longe ou a pessoa não pode pagar pelo transporte. É preciso identificar, em cada país, as barreiras que existem para que os sistemas sejam efetivamente universais.

Agência Brasil: Como enfrentar as desigualdades históricas entre países das Américas e mesmo dentro de cada país da região?

Jarbas Barbosa: Essa, infelizmente, é uma das grandes características da nossa região. A própria covid ressaltou muito isso. Todos os estudos demonstram claramente que os mais pobres tiveram muito mais risco de adoecer e morrer porque vivem em uma situação quase que de aglomeração permanente nas favelas. Muita gente vivendo em casa pequena, sem ambientes arejados. Pessoas que tinham que usar sistemas públicos de saúde superlotados, sair de casa mesmo nas épocas de maior transmissão porque não tinham uma rede de proteção social. Temos lembrado muito aos países e trabalhado com eles para que possamos ter dados subnacionais, como a gente chama, porque, às vezes, a média [de casos e óbitos] do país não quer dizer nada. Ela, na verdade, esconde desigualdades tremendas.

Linha de produção de vacinas contra a covid-19 na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro - Fernando Brito/MS

Agência Brasil: Quais os principais desafios nas Américas para se garantir acesso rápido e equitativo às inovações em saúde?

Jarbas Barbosa: Temos alguns problemas já bem identificados. Primeiro, o subfinanciamento. Há um consenso entre quem estuda economia da saúde de que um sistema de saúde, para garantir acesso universal com qualidade, precisa de pelo menos 6% do Produto Interno Bruto [PIB - soma de todas as riquezas produzidas no país] como gasto público em saúde. Só temos quatro países da região, quase seis agora, que estão neste patamar. Todos os outros 29 estão abaixo disso.

[Segundo problema identificado] ainda dependemos muito de importação de insumos farmacêuticos, produtos, equipamentos. É muito importante reverter esse quadro e garantir mais capacidade de produção. Estamos trabalhando com os países com vacinas de RNA mensageiro, tecnologia usada pela Pfizer e pela Moderna. Temos dois projetos aprovados, um no Brasil, com Biomanguinhos e Fiocruz, e outro na Argentina.

Agência Brasil: A atenção primária à saúde deve ser o foco central dos sistemas de saúde na região?

Jarbas Barbosa: Não tenho dúvidas sobre isso. A atenção primária tem a capacidade de resolver mais de 80% dos problemas de saúde da população, está próxima da comunidade, consegue identificar os principais problemas de saúde e resolvê-los de uma maneira adequada.

Agora, para funcionar bem, ela precisa de dois movimentos importantes. Primeiro, revigorá-la: se a atenção primária não consegue identificar e controlar a hipertensão e o diabetes, ela não será efetiva. Também é muito importante que essa atenção primária esteja conectada e articulada com os serviços especializados. Ou as pessoas vão continuar preferindo ir à uma emergência e esperar de quatro a seis horas, mas sair com o raio-x, o ultrassom e os demais exames de que precisam, além de serem medicadas. A atenção primária precisa ser resolutiva.

Agência Brasil: Como especialista em saúde pública, o senhor defende uma reforma sanitária brasileira que tenha a saúde como direito universal?

Jarbas Barbosa: A reforma sanitária brasileira, que começou nos anos 1970, resultou em uma Constituição e, dentro dela, na Lei Orgânica da Saúde. Ter o direito à saúde inscrito na Constituição foi uma vitória importantíssima. O que cabe agora às autoridades sanitárias, ao Ministério da Saúde, às secretarias estaduais e municipais é continuar trabalhando para aperfeiçoar esse sistema. Isso envolve financiamento e regionalização.

Um município de 5 mil habitantes não vai fornecer um serviço de tratamento de câncer, por exemplo. Mas esse município precisa saber para onde os pacientes de câncer dele vão. São serviços que podem ser ofertados por grupos de municípios com a participação do estado. Isso poderia racionalizar o uso de recursos e oferecer mais serviços, além de reduzir barreiras.

Agência Brasil: Como a Opas se prepara para um futuro classificado por muitos especialistas em saúde como desafiador, permeado por emergências sanitárias à espreita?

Jarbas Barbosa: Se cada país não estiver melhor preparado, nenhum de nós estará seguro. Quando olhamos as pandemias recentes, há um mesmo comportamento: um vírus que circula entre animais e que faz mutações o tempo todo, completamente ao acaso.

O conceito de saúde única precisa ser implementado na prática, com um sistema de vigilância não só sobre doenças que ocorrem em pessoas, mas também sobre o que acontece em animais, com o objetivo de detectar o mais precocemente possível esse tipo de mudança. Um dos projetos da Opas consiste em fortalecer, em cada país da região, esse conceito da saúde única, fazendo com que a gente possa aumentar a nossa capacidade de predizer e detectar o mais rápido possível quando há uma nova emergência em saúde pública começando.

Fonte: Agência Brasil

Comentários

Nome

Abel Ferreira,1,Acidente,2,ADAPTAÇÕES,1,ADELE-CANTORA,1,ÁFRICA,1,Africa Do Sul,1,Agenda de Candidatos,1,Alberto Fernández,1,Aldo Rebelo,1,Alerta De Golpe,1,ALEXANDRE DE MORAES,1,ALIMENTAÇÃO,1,ALPINISMO,1,ALTA,1,Amazon,1,Animais,1,ANITTA-CANTORA,1,Antônio Pedro,1,Anvisa,1,Apagão,2,Aplicação,1,APOIO SOCIAL,4,Arábia Saudita,1,Arena Fonte Nova,1,Argentina,2,Arrecadação,1,ARTUR,1,Assaltante,1,Athletic Club,1,Athletico-PR,1,Atlético-GO,1,Atlético-MG,1,Ator,1,ATOS ANTIDEMOCRÁTICOS,2,ATP 250 de Winston-Salem,1,Atriz,2,Atual,2,Audiência,1,Australiana,1,Automobilismo,1,AVA,1,Avaí,1,Bahia,4,Baixar Cd,1,banco,2,Banco Central,2,Banco do Brasil,1,BANCOS-JUROS,1,Bandido,1,Barbie,1,BASTIDORES,2,bbb,23,bbb21,3,Beach Soccer,1,Bella Ramsey,1,BELO HORIZONTE,1,Besouros,1,Betin,1,Bitcoin,7,Bivalente,1,Bolsa de Valores,1,Bolsa Família,2,BOLSONARO-JOIAS,4,Botafogo,1,Brabas,1,Brasil,76,BRASIL-SEGURANÇA,1,Brasileirão,1,Brasileiro,2,Brasileiro Feminino,2,BRICS,1,Britney Spears,1,BRUNA-BIANCARDI,1,C1,2,CÂMARA,1,Caminhão,1,CAMISA 10,1,campanha solidária,1,Campeonato Brasileiro,3,Campeonato Carioca,1,Campeonato Mineiro,1,Campeonato Paulista,1,CAMPEONATO SAUDITA,1,Canal UOL,29,CÂNCER DE BEXIGA,1,CÂNCER NO PÂNCREAS,1,Candidatos,1,Canisso,2,CANNABIS-MEDICINAL,1,CARLA-ZAMBELLI,1,CARLOS-BOLSONARO,1,carnaval,4,Carro,1,CASO MARIELLE FRANCO,1,CBF,1,CBV,1,Cd,1,CENSO-2022,1,CESTA BÁSICA,1,Chile,1,CHINA,1,Ciclismo Paralímpico,1,Cidades,7,CIÊNCIA-ESPAÇO,1,CINEMA,5,Circuito Mundial,2,Circuito Mundial de Surfe,1,Ciro Gomes,1,Cirurgia,1,CLIMA,1,CLIMA-RIO,1,CLIMA-RS,1,CLUBE DE TIRO,1,CNE,1,CNM,1,cnn brasil,2,COMBUSTÍVEIS,1,Commodities,1,Computer,1,CONGÊNITA,1,Connect Mix,1,Contas Externas,1,Conteúdo,1,Copa América,1,COPA DA ALEMANHA,1,Copa do Mundo,2,Copa do Mundo Feminina,2,Corinthians,2,Coritiba,1,Corona vírus,1,Coronavírus,9,COVID-19,17,Coxa,1,CPI,1,CPI DA COVID-19,5,CRACOLÂNDIA-SP,1,CRÉDITO,1,Crianças,1,Criminoso,1,Cristian Echegaray,1,Criticada,1,Críticas,1,Cruzeiro,1,Cruzmaltino,2,Cuba,1,cultura,11,CULTURA-LAZER,3,Curso,2,DANIEL SILVEIRA,1,Dar,1,Debate,7,Defensoria Pública,1,Demi Lovato,1,Deputado Estadual,1,DESENROLA,1,DESENROLA-BRASIL,1,DESVIO DE JOIAS,1,Device,1,dicas,3,DINHEIRO,2,DISCORD,1,Disney,1,Distrito Federal,1,Distrito Sanitária Especial Indígena Leste,1,Divulgue sua música nas rádios,1,DO CROMOSSOMO 13,1,DOCUMENTO,1,Dólar,1,Domingão,1,Domingão com Huck,1,Download,1,DPU,1,Dragão,1,DROGAS,1,Dupla,1,Duplas,1,ECONOMIA,129,ECONOMIA-BOLSA,1,Educação,9,ELEIÇÕES,10,Eleições 2022,4,Elton John,1,em Brasília,1,EMERGÊNCIA MÉDICA,3,Energia,4,Enquete,8,Entenda,1,Entretenimento,12,Erótico,1,Eslovênia,1,ESPAÇO,1,Especial,1,Espírito Santo,1,Espirito Santos,1,Esporte,35,esportes,101,ESQUEMA DE APOSTAS,1,ESQUEMA DE JOIAS,1,estadão,30,Estados Unidos,1,Estupro,1,Etapa do Rio,1,EUA,3,EUA-POLÍCIA,1,Europa,1,eventos,3,EXCLUSIVO,92,F1,1,Faculdade,3,Fake News,1,FAMA,43,FAMA JULIETTE-FREIRE,1,FAMOSOS,98,FEBRE-MACULOSA,1,Fernando Diniz,1,Fernando Haddad,2,FESTA,1,FESTIVAL,3,FGTS,1,Fifa,1,Filha,1,Filho,1,FILHO ZÉ VAQUEIRO,1,Filme,2,Finanças,4,Fiocruz,1,FIVB,1,Flamengo,3,Fluminense,3,Fofoca Salvador,6,Fofocas,8,folha de sp,30,Fórmula 1,2,Fortaleza,2,FORTE DEI MARMI,1,Fórum Econômico Mundial,1,FREDERICK-WASSEF,1,Futebol,30,Futebol Feminino,1,FUTEBOL-NEYMAR,1,g1,26,Gabriel Medina,1,Gavião Arqueiro,1,GENIAL/QUAEST,1,Gilmara do Rosário,1,globo,2,GO,2,Goiás,1,GOLPE,1,golpistas,2,Google,2,GOVERNO,2,GP da Bélgica,1,Grêmio,1,Greve da Enfermagem,1,GUARUJÁ,1,Gustavo,1,Gustavo Mendes,1,HABITAÇÃO,1,HARRY E MEGHAN MARKLE,1,Harry Styles,1,Hbo,1,Hoje,1,Hold Me Closer,1,HOLLYWOOD,2,HONG KONG,1,HOSPITAL,1,Hospitalizações,1,Ibovespa,1,Idade,1,Imagens,21,Imagens Vídeos,1,IMPOSTO DE RENDA,1,Impostos,1,Imunização,1,INFLAÇÃO,1,InfoGripe,1,INGRA SOARES,1,INSS,1,INSTAGRAM,1,Inteligência artificial,1,Internacionais,1,Internacional,1,investigação,5,IPI,1,Irã,1,ISIS-VALVERDE,1,ITÁLIA,1,Italiano,1,Ituano,1,Jadson André,1,JAIR BOLSONARO,2,Japão,2,Jarbas Barbosa,1,Jeremy Renner,1,João Gomes,1,Jornalismo,1,Juiz de Fora,1,JUSTIÇA,110,Key Alves,1,La Pampa,1,LARISSA-MANOELA,3,Lauro Chaman,1,Leal,1,Leão do Pici,1,Legalização,2,LGBT+,1,Líder,1,LÍDER RELIGIOSO,1,LIFESTYLE,27,Liga das Nações,1,Liga das Naões,1,Liga Mundial de Surfe,1,Lista,2,Livia Andrade,1,Livros,7,Ljubliana,1,logo uol,17,Los Hermanos,1,LUANA-PIOVANI,1,Luciano Huck,1,Lula,3,LULA-DISCURSO,1,LULA-GOVERNO,1,LULA-SAÚDE,1,MÁ-FORMAÇÃO,1,Mae,1,Magrelo,1,Maior exportador,2,MAISA-SILVA,1,Manifestantes,1,Mapa,1,Maps,6,Maracanã,2,Marcelo Melo,1,Marinha,1,Martin Short,1,Marvel,1,Maurício Barbieri,1,MAURO-CID,1,Max Verstappen,1,Mbappé,1,MC Pipokinha,1,MEGHAN MARKLE E HARRY,1,MEIO AMBIENTE,1,MERCADO DE TRANSFERÊNCIAS,1,MERCADO FINANCEIRO,1,Meryl Streep,1,META,1,MICHELLE-BOLSONARO,1,Minas Gerais,5,Ministério da Economia,1,Ministério da Saúde,2,Ministério das Relações Exteriores,1,MINISTRO,1,MONTADORAS,1,Moodle,1,Morador de Rua,1,Morre,1,Motivo,1,Movimento Nacional Pela Vacinação,1,Mudial de Vôlei Masculino,1,Mundial,2,Mundial Sub-20,1,MUNDIAL'2023,1,MUNDO,76,MUNICÍPIOS BAIANO,13,Música,13,MUTIRÃO-EMPREGO-SP,1,Nao,1,Natação,1,Natação Paralímpica,1,Natal,2,NEGÓCIOS,1,Netflix,1,Neve,1,No limite,1,Notícia,17,notícias,78,Notícias Debate,1,notícias de hoje,2,notícias de última hora,2,notícias do brasil,2,notícias do brasil hoje,2,notícias do mundo,2,notícias portugal,2,notícias portugal ao vivo,2,nubank,1,OFENSAS,1,Oitavas de Final,2,Olimpíada de Tóquio,1,Only Murders In The Building,1,OnlyFans,1,OPAS,1,OPERAÇÃO LUCAS 12:2,1,Paga,1,Palácio do Planalto,1,Palestrinas,1,Palmeiras,2,pandemia,8,Paradesporto,2,Paula Fernandes,1,Paulo Guedes,1,PCC,1,Pedro Pascal,1,Peniche,1,PESQUISA,1,Petrobras,1,Petróleo,1,Piso dos Professores,1,PM,1,Png,1,PNI,1,Polícia,10,Polícia Civil,10,POLÍCIA FEDERAL,8,policial,33,Politica,8,política,224,Polônia,1,Portable,1,Portal Bahia,26,portal da uol,18,Portal do Aluno,1,portal do uol,26,Portal UOL,51,Portal UOL | Notícias,19,portal uol de notícias,22,Portal UOL Notícias,3,portaluol,17,Portugal,2,Premiado,1,Presos,1,PRESSÃO ARTERIAL,1,Prime Video,1,Produção de Petróleo,1,Professores,1,Quartas de Final,1,QUEDA,3,r7,23,Rádio Nacional,1,Rádio Tudo FM,1,Raimundos,2,Real Ariquemes,1,Receita Federal,1,RECEITAS,1,Recorde de público,1,Rede Metrópole FM,2,REFINARIAS PRIVADAS,1,REGINA-CASÉ,1,REI-CHARLES 3º,1,RELATO,1,Renan Dal Zotto,2,revista fórum,2,Rio,1,Rio de Janeiro,7,ROBERTO-CAMPOS NETO,1,Roraima,2,Rubro-Negro,2,RÚSSIA,2,RÚSSIA-UCRÂNIA,1,Samuel Pupo,1,SANTA CATARINA,1,Santa Isabel,1,São Paulo,8,São Paulo Notícias,42,Saquarema,1,SAÚDE,101,Saúde Indígena,1,SEGURANÇA,1,Seleção Brasileira,5,Seleção Brasileira Masculina de Vôlei,1,Selena Gomez,1,Semana,1,Semifinais,3,Senado,2,Sergio Pérez,1,Série,1,Série A,4,Série B,1,Sertanejo,1,Sexo,1,Shopping,8,Show,1,Simaria,2,Simone,2,Simone Bolleli,1,Simone e Simaria,2,SÍNDROME DA TRISSOMIA,1,site da uol,18,Sites,1,Slalom,1,Social Notícias,7,Spa-Francorchamps,1,Spotify,6,Star Plus,1,Steve Martin,1,STF,5,STF - SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL,1,Sumidouro,1,Sumiu,2,Supremo Tribunal Federal,2,Surfe,3,Surgiu,2,Tatiana Weston-Webb,1,TECH,18,TECNOLOGIA,1,Telefone,1,Televisão,49,Template,1,Tênis,1,terra,30,terra notícias,2,Tesouro Direto,1,Tesouro Nacional,1,Tetracampeonato,2,The Last Of Us,1,Thiago Monteiro,1,THREADS,1,Títulos Públicos,1,TORNEIO,1,TRAGÉDIA,1,Trama golpista,1,TRANSAÇÕES,1,Treta,1,Tributos,1,Tricolor,1,TRT-RJ,1,TSE,2,Turismo,1,Turquia,1,TV & FAMOSOS,26,TV e Cinema,5,TV Globo,1,TV Nordeste,3,TWITTER,1,UCRÂNIA,1,UCRÂNIA/RÚSSIA,1,Última Hora,1,Últimas notícias,2,últimas notícias de hoje,2,UOL,46,UOL CONFERE,4,UOL News,23,UOL Notícias,29,uol portal,17,uol seu universo online,17,UOL YouTube,28,Urgente,3,Uruguai,1,Usina Atucha I,1,UTI,1,Vacina,1,Vacina Bivalente,1,Vacinação,1,Vacinação Antirrábica,1,Vacinas,1,Varíola dos Macacos,1,Vasco,4,veja,2,VENENOS,1,Verdão,1,Vídeo,3,Vídeos,11,Violações de direitos,1,Violência,5,Vitor Pereira,1,Vôlei,3,Voos,4,Wallace,2,Web,2,WhatsApp,2,WhatsApp caiu,1,World Series de Lignano,1,WSL,1,XUXA-MENEGHEL,1,Yago Dora,2,ZÉ VAQUEIRO,1,Zelandes Alberto Patamona,1,
ltr
item
Portal Bahia Notícias: Na Opas, Jarbas Barbosa alerta para melhor preparo contra pandemias
Na Opas, Jarbas Barbosa alerta para melhor preparo contra pandemias
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEihY7Pj-3S3o1d7-UA56uIIQnxs3B9CTYEO313cC3xFyUQWul7TTRhXnFN08YxnkhflOw1jUQW5kAuXA5tKMwVX3wjSdGNH_A5PqcAKYkY_z_UoGoXfHz1z1mc9IoPaQmj0SdOcFuayMT1qxoLEb3Xb5JUwFCSkEyX0xZek-VqSKOUHU51LBdsoESphJQ/w640-h382/73939_723c3b1ae2f67bab896f5debbbcf1562.jpg
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEihY7Pj-3S3o1d7-UA56uIIQnxs3B9CTYEO313cC3xFyUQWul7TTRhXnFN08YxnkhflOw1jUQW5kAuXA5tKMwVX3wjSdGNH_A5PqcAKYkY_z_UoGoXfHz1z1mc9IoPaQmj0SdOcFuayMT1qxoLEb3Xb5JUwFCSkEyX0xZek-VqSKOUHU51LBdsoESphJQ/s72-w640-c-h382/73939_723c3b1ae2f67bab896f5debbbcf1562.jpg
Portal Bahia Notícias
https://www.portalbahianoticias.com.br/2023/03/na-opas-jarbas-barbosa-alerta-para.html
https://www.portalbahianoticias.com.br/
https://www.portalbahianoticias.com.br/
https://www.portalbahianoticias.com.br/2023/03/na-opas-jarbas-barbosa-alerta-para.html
true
8039126908335527060
UTF-8
Carregar todas as matérias Nenhum resultado encontrado. Ver mais Leia mais Responder Cancelar resposta Apagar Por Início Páginas Matérias Ver todas Veja também Tópico Arquivo Buscar Todas as matérias Nenhum resultado encontrado para sua busca Voltar ao início Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora mesmo Há 1 minuto Há $$1$$ minutos Há 1 hora Há $$1$$ horas Ontem Há $$1$$ dias Há $$1$$ semanas Há mais de 5 semanas Seguidores Siga ESTE CONTEÚDO PREMIUM ESTÁ BLOQUEADO PASSO 1: Compartilhe em uma rede social PASSO 2: Clique no link da sua rede social Copiar todo o código Selecionar todo o código Todos os códigos foram copiados para a área de transferência Não é possível copiar os códigos / textos, por favor, pressione [CTRL] + [C] (ou CMD + C com Mac) para copiar