Últimas notícias | Brasil $type=three$count=9$show=home

ECONOMIA$type=three$count=3$show=home

Últimas Notícias - Plantão $type=three$count=3$show=home

Brasil$type=grid$count=3$show=home

Maioria dos baianos deu aval à PEC da imunidade parlamentar; veja lista de votos

 


A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta quarta-feira (25), por 304 votos a 154, a admissibilidade da Proposta de Emenda Constitucional que restringe as possibilidades de prisão em flagrante de parlamentares. 


 


Na prática, os deputados não analisaram o mérito (conteúdo) do texto, somente os aspectos formais. Ou seja, se a redação está de acordo com a técnica legislativa e não fere princípios jurídicos ou constitucionais. Com isso, o projeto segue tramitando.


 


Dos 32 deputados baianos que votaram na sessão, 22 foram favoráveis à admissibilidade da PEC, enquanto 11 se posicionaram de forma contrária (veja o voto de cada um ao fim do texto).


 


A proposta, que é uma reação à prisão do deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ), determinada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), pode ser votada em plenário já nesta quinta (25). Como o texto altera a Constituição, precisa ser votado em dois turnos e dos votos de pelo menos 308 dos 513 deputados. Depois, a matéria passará por apreciação do Senado. 


 


O fato de a PEC ter sido incluída no plenário da Câmara horas após ter sido protocolada, sem passar por nenhuma comissão antes, gerou críticas de alguns partidos, como PSOL e Novo.


 


ENTENDA A PEC

Construído por ordem do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), o texto restringe a prisão em flagrante de parlamentar somente se relacionada a crimes inafiançáveis listados na Constituição, como racismo e crimes hediondos. 


 


A PEC também prevê que o parlamentar preso ficará em custódia nas dependências da própria Câmara ou do Senado até que o plenário se pronuncie. Se o plenário decidir manter a prisão, o parlamentar preso será submetido a uma audiência de custódia pelo juízo competente. O texto diz que o juiz deverá relaxar a prisão, concedendo liberdade provisória. Ele só poderá mantê-lo preso se houver manifestação do Ministério Público pedindo a conversão para prisão preventiva ou a adoção de medidas cautelares.


 


De acordo com a proposta, só será permitida a aplicação de medidas cautelares contra deputados e senadores, como o uso de tornozeleira eletrônica, após decisão da maioria do plenário do Supremo. A análise de materiais apreendidos em operações policiais no Congresso, ou nas residências de parlamentares, também terá que ser feita pelo plenário do STF.


 


Por causa das mudanças, que beneficiam deputados e senadores, o projeto tem sido apelidado, ironicamente, de “PEC da Impunidade”. 


 


Veja abaixo o voto dos deputados baianos:

 

Abílio Santana (PL-BA) - Sim

Adolfo Viana (PSDB-BA) - Sim

Afonso Florence (PT-BA) - Não

Alex Santana (PDT-BA) - Sim

Alice Portugal (PCdoB-BA) - Sim

Antonio Brito (PSD-BA) - Sim

Arthur O. Maia (DEM-BA) - Sim

Bacelar (PODE-BA) - Não

Cacá Leão (PP-BA) - Sim

Charles Fernandes (PSD-BA) - Sim

Claudio Cajado (PP-BA) - Sim

Elmar Nascimento (DEM-BA) - Sim

Félix Mendonça Jr (PDT-BA) - Sim

João Carlos Bacelar (PL-BA) - Sim

Jorge Solla (PT-BA)  Não

José Rocha (PL-BA) - Sim

Lídice da Mata (PSB-BA) - Não

Marcelo Nilo (PSB-BA) - Não

Márcio Marinho (REPUBLICANOS-BA) - Sim

Mário Negromonte Jr (PP-BA) - Sim

Otto Alencar Filho (PSD-BA) - Sim

Pastor Sargento Isidório (AVANTE-BA) - Sim

Paulo Magalhães (PSD-BA) - Sim

Professora Dayane (PSL-BA) - Não

Raimundo Costa (PL-BA) - Sim

Ronaldo Carletto (PP-BA) - Sim

Sérgio Brito (PSD-BA) - Sim

Tito (AVANTE-BA) - Não

Uldurico Junior (PROS-BA)  - Não

Valmir Assunção (PT-BA) - Não

Waldenor Pereira (PT-BA) - Nâo

Zé Neto (PT-BA) - Não

 

 

*** Os deputados Daniel Almeida (PCdoB-BA), Paulo Azi (DEM-BA), Leur Lomanto Jr. (DEM-BA), Joseildo Ramos (PT-BA), José Nunes (PSD-BA) e Igor Kannário (DEM-BA) não tiveram votos registrados. Atual ministro da Cidadania, João Roma (Republicanos-BA) está licenciado do mandato e não participou da votação. 

Comentários

Nome

Brasil,27,C1,4,calote,1,Covid-19,6,cultura,8,economia,35,esportes,65,eventos,6,EXCLUSIVO,111,Famosos,26,golpistas,1,JUSTIÇA,30,mundo,22,MUNICÍPIOS BAIANO,37,notícias,85,policial,73,política,144,Portal Bahia,55,Rádio Tudo FM,1,saúde,87,TV Nordeste,5,
ltr
item
Portal Bahia Notícias / Policial / Política / Saúde / Esporte / Eventos: Maioria dos baianos deu aval à PEC da imunidade parlamentar; veja lista de votos
Maioria dos baianos deu aval à PEC da imunidade parlamentar; veja lista de votos
https://1.bp.blogspot.com/-1YTsuA0nqwA/YDeod6JfeUI/AAAAAAAAHnE/rphyW12Mv78kNLoA2LTP1GJ8iHk4qPCpwCLcBGAsYHQ/s320/IMAGEM_NOTICIA_5%2B%25283%2529.jpg
https://1.bp.blogspot.com/-1YTsuA0nqwA/YDeod6JfeUI/AAAAAAAAHnE/rphyW12Mv78kNLoA2LTP1GJ8iHk4qPCpwCLcBGAsYHQ/s72-c/IMAGEM_NOTICIA_5%2B%25283%2529.jpg
Portal Bahia Notícias / Policial / Política / Saúde / Esporte / Eventos
https://www.portalbahianoticias.com.br/2021/02/maioria-dos-baianos-deu-aval-pec-da.html
https://www.portalbahianoticias.com.br/
https://www.portalbahianoticias.com.br/
https://www.portalbahianoticias.com.br/2021/02/maioria-dos-baianos-deu-aval-pec-da.html
true
6394631663971599416
UTF-8
Carregar todas as matérias Nenhum resultado encontrado. Ver mais Leia mais Responder Cancelar resposta Apagar Por Início Páginas Matérias Ver todas Veja também Tópico Arquivo Buscar Todas as matérias Nenhum resultado encontrado para sua busca Voltar ao início Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora mesmo Há 1 minuto Há $$1$$ minutos Há 1 hora Há $$1$$ horas Ontem Há $$1$$ dias Há $$1$$ semanas Há mais de 5 semanas Seguidores Siga ESTE CONTEÚDO PREMIUM ESTÁ BLOQUEADO PASSO 1: Compartilhe em uma rede social PASSO 2: Clique no link da sua rede social Copiar todo o código Selecionar todo o código Todos os códigos foram copiados para a área de transferência Não é possível copiar os códigos / textos, por favor, pressione [CTRL] + [C] (ou CMD + C com Mac) para copiar